16 de fev de 2017

LER E ROMPER FRONTEIRAS

Ler é uma ação libertadora, a leitura tem colaborado para que possamos romper o casulo da ignorância. Assim temos vivido, página após página, rompendo fronteiras e nos encantando com o novo, talvez não tão novo assim para outrem, mas novo ou surpreendente para nós. Cada pessoa é um microcosmo no universo e cada vez que nos conectamos a outros microcosmos, nossa zona de inteligente é ampliada e nossa zona ignorante diminuída.
Seguimos virando páginas e buscando novos horizontes, mas se for preciso, voltamos para as páginas anteriores, uma vez que retroagir pode nos ajudar a avançar, nem sempre a primeira leitura basta, reler, um minuto ou alguns anos depois, pode nos premiar com uma nova visão do mesmo objeto de observação, como quem se permite aprender a admirar um diamante por um novo ângulo. Por meio da leitura aprendemos a importância de observar e compreender os paradoxos, para que possamos questioná-los e talvez reformulá-los, deixando a nossa contribuição.

Lemos porque temos consciência que precisamos combater a ignorância, a apatia, a conformidade e tudo mais que possa limitar a nossa capacidade de perceber e compreender esse universo infinito em que vivemos. Resolvemos dizer não a tudo aquilo que torna a mente obscurecida e obsoleta. 
“Você faz suas escolhas e suas escolhas fazem você.” Nós escolhemos, decidimos percorrer o caminho da leitura, tal escolha nos levou a participar de um trabalho quem tem o intuito de buscar novos conhecimentos, compartilhar aprendizados, valorizar a diversidade, enfim: Romper fronteiras! E assim, depois de muitas páginas e horas, talvez dias e noites, de muita leitura, tivemos o privilégio de deixar nossa contribuição para o livro “Administração sem Fronteiras”.
Permita-nos fazer um convite, vamos ler, conhecer, aprender e romper fronteiras!

Autores: Luciano Conceição e Sandro C M Pinto

Nenhum comentário: