8 de set de 2015

OS TOMBOS - Como lidar com os erros


Certa ocasião, um mestre conduzia seu jovem aprendiz pela floresta. Este, no entanto, não estava satisfeito com o passeio, pois escorregava e caía, escorregava e caía... Enquanto essa cena se repetia, o mestre, embora mais velho, caminhava sem sufocos e sem tropeços que o fizessem ir ao chão.

A cada tombo o aprendiz blasfemava, levanta-se, cuspia no chão (escorregadio e cheio de armadilhas) e continuava a acompanhar seu mestre.

A jornada foi longa, mas finalmente chegaram ao lugar sagrado. No entanto, para surpresa do aprendiz, o mestre não parou. Ele simplesmente deu meia volta e começou a viagem de volta ao ponto de partida.

O jovem ficou injuriado e enquanto levava mais um tombo, disse ao mestre: “Você não me ensinou nada hoje”.

O mestre, sem perder a firmeza dos passos, retrucou: “Ensinei sim. Você não percebeu? Aliás, você parece que não aprende. Estou tentando lhe ensinar como se lida com os erros da vida”.

O aprendiz olhou desconfiado e perguntou: “Lidar com os erros da vida? Como se lida com eles?”

Prontamente o mestre lhe respondeu: “Como deveria lidar com os seus tombos”. E acrescentou: “Em vez de ficar amaldiçoando o lugar onde caiu, deveria procurar saber o que o fez escorregar”.
 

FONTE:  LOTZ, Erika Gisele; GRAMMS, Lorena Carmen. Gestão de Talentos. Curitiba: Ibpex, 2012.

 

Nenhum comentário: